Bolsonaro propõe que os jovens sejam infectados e virem “barreira” contra Covid-19

1 min


O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), voltou a causar muita polêmica em uma entrevista cedida ao telejornal ‘Brasil Urgente’, nesta quarta-feira (1º).

O jornalista e apresentador do jornal da ‘Band’, José Luiz Datena, conversou com Bolsonaro por telefone, durante a entrevista o presidente foi questionado sobre seu pronunciamento que aconteceu na noite da última terça-feira (31), sobre a mudança no tom do discurso diante a pandemia do novo coronavírus; a Covid-19.

Bolsonaro afirmou que não mudou em nada seu discurso e que continua com a mesma opinião sobre a contenção do coronavírus.

Contudo, todos sabem que por causa de seu posicionamento que sugere o não isolamento social, Bolsonaro perdeu o apoio de alguns apoiadores de peso e está cada vez mais isolado, por isso ele se mostrou mais consciente em relação ao contate ao novo coronavírus.

Porém durante a entrevista ao ‘Brasil Urgente’, mais uma vez Bolsonaro foi na contramão das orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde, afirmando que o isolamento social afetará a economia, criticou os governadores que adotaram tal medida, voltou a dizer que apenas os mais velhos deveriam ficar em casa e sugeriu que os mais jovens se contaminem para criar uma barreira contra o Covid-19.

“A garotada abaixo de 40 anos, a princípio, contraindo o vírus, não vai ter problema. Agora essa garotada, vamos supor, se infectando agora, ela seria uma barreira no futuro para não transmitir o vírus aos mais idosos. É uma conta que você bota na mesa e você vê que as medidas por parte de alguns governadores e alguns prefeitos foram excessivas porque atingiram a roda da economia”, propôs o presidente.

Confira no vídeo abaixo:

Entrevista completa:

Em tempos de Covid-19: FIQUE EM CASA

Fonte: Último Segundo


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

576