in

Chamada de pedófila, Xuxa Meneghel toma atitude surpreendente contra Sikêra Jr.

Quem acompanha a notícia dos famosos, muito provavelmente se lembra da rixa entre Sikêra Júnior, apresentador da Rede TV!, e da também apresentadora Xuxa Meneghel.

Para aqueles que não se lembram, em outubro de 2020, o jornalista chamou a loira de ‘ pedófila ‘, ‘ ex-rainha ‘e a acusou de fazer apologia às drogas. Desde então, os advogados da personalidade entraram com uma ação cívil contra o apresentador em São Paulo.

Pois bem, acontece que esse caso ganhou mais um novo capítulo, dessa vez os advogados de Xuxa, entraram com um processo penal contra Sikêra no Tribunal do Amazonas. Segundo as informações, a apresentadora se queixa de difamação em uma demanda que corre na 11ª Vara Criminal, do Fórum de Manaus, desde 28 de julho.

Maria da Graça Xuxa Meneghel, através de seus advogados que no total contabilizam quatro, quer que o jornalista responda pelas ofensa feitas em rede nacional. A loira pede uma indenização de R$500 mil, valor que segundo a apresentadora será doado a instituições de caridade.

Na nova disputa que foi iniciada no Judiciário do Amazonas, a famosa requisitou que o pernanbucano pare de se refirir sobre ela de maneira negativa.

“Tem uma ação cível em São Paulo e outra penal em Manaus. A questão é a mesma: ele ter chamado ela de ‘pedófila’. Ele a agrediu. Abrimos em Manaus, pois é o que se chama de competência territorial. A competência territorial para processar crimes contra a honra é no local em que a ofensa foi proferida”, explica Ticiano Figueiredo, um dos advogados da mãe de Sasha.

Ainda segundo o advogado, a acusação não tem interesse em fazer uma conciliação entre as partes. “Abrimos mão de qualquer conciliação. O que se pede é que ele pare de fazer referência negativa sobre ela durante o programa e eventual condenação do juiz que for arbitrar. Não tem reparação de dano”.

Acerca das duas ações, o advogado da cantora informou que nenhuma ação atrapalhará o andamento da outra. “São coisas diferentes. Estou atacando só os aspectos penais. Uma esfera não tem nada a ver com a outra, pois cível e penal não se comunicam. O que estamos atacando são as ofensas que ele proferiu contra ela.”

Para finalizar, Figueiredo ressaltou que as ofensas contra sua cliente estão muito claras. “O crime e a ofensa contra a honra dela estão muito claros. De maneira alguma, qualquer decisão que venha a ser proferida em São Paulo interferirá no que possa ser decidido em Manaus”.

Vale resssaltar que a defesa se Sikêra tornou a apresentadora ré no processo, entretanto, até o fechamento desta matéria, a defesa não havia se manifestado sobre o andamento do processo.

Fonte: UOL