in

Mulher leva idoso morto ao banco para fazer prova de vida e deixa funcionários da agência em choque

Quando você pensa que já viu de tudo na vida, eis que surge uma notícia como essa esta que prova que o ser humano é imprevisível.

De acordo com informações repassadas pelo portal de notícias online ‘G1’, uma mulher levou um idoso morto até uma agência bancária na tentativa de comprovar que ele estava vivo.

O caso aconteceu na cidade de Campinas, localizada no interior de São Paulo, segundo as primeiras investigações da Polícia Civil dão conta que a mulher levou o corpo de um ex-escrivão, de 92 anos, em uma agência bancária na região central da cidade para tentar sacar a aposentadoria do falecido.

A suposta companheira deverá responder por estelionato. A mulher chegou com o cadáver do homem em uma cadeira de rodas, em uma agência do Banco do Brasil no dia 2 de outubro.

Ao chegar no atendimento ela afirmou que precisava de ajuda para sacar a aposentadoria do suposto marido que não estava se sentindo muito bem.

Os funcionários do banco ficaram preocupados com a aparência do idoso e acionaram uma equipe do Corpo de Bombeiros, quando os socorristas chegaram ao local constaram que ele estava morto e já fazia era tempo.

Os funcionários e demais clientes do Banco do Brasil ficaram em choque diante do que testemunharam.

Mulher leva idoso morto para fazer prova de vida em banco de SP - Portal  ChicoSabeTudo

De acordo com a corporação, diante da “rigidez cadavérica”, a suspeita era de que o idoso estava morto havia pelo menos 12 horas.

A Polícia Militar foi acionada e conduziu a acompanhante do morto até ao 1º Distrito Policial para registrar a ocorrência. O corpo do idoso foi enterrado no dia seguinte.

LEIA TAMBÉM:

Fonte: G1