in

Robinho ataca Globo em áudio vazado e se diz perseguido como Bolsonaro; ’emissora do demônio’ – Ouça

Nesta sexta-feira (16), um áudio atribuído ao jogador Robinho, vazou nas redes sociais, nele o atleta fala sobre o destaque que o portal Globo Esporte, da condenação sofrida por ele em um suposto caso de violência sexual.

De acordo com a divulgação do Globo Esporte que teve acesso aos detalhes do processo, Robinho foi condenado a nove anos de prisão em primeira instância por ter participado de um estupro coletivo.

O crime teria acontecido no camarote da boate conhecida como Sio Café, no dia 22 de janeiro de 2013, naquele ano Robinho jogava pelo Milan.

A Justiça italiana teria usado gravações de escutas telefônicas para comprovar a participação de Robinho e mais cinco amigos no crime.

Em um dos trechos obtidos pela polícia, Robinho chega a achar graça sobre o ocorrido, ele afirma que a mulher estava tão bêbada que sabia o que tinha acontecido com ela. Confira os detalhes no artigo abaixo:

Após a repercussão negativa da reportagem do Globo Esporte, Robinho que tinha sido contratado recentemente para retornar a jogar pelo Santos Futebol Clube, teve o contrato rescindido.

Uma empresa parceira do Santos chegou a romper o contrato de patrocínio com o clube por causa da contratação do jogador.

No suposto áudio de Robinho ele acusa a TV Globo de perseguição, chama a emissora de Roberto Marinho de “coisa do demônio” e afirma que está sento vítima da Globo assim como o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido – RJ).

Confira: Para acessar ao áudio CLIQUE AQUI

LEIA TAMBÉM:

Fonte: UOL